sexta-feira, 27 de março de 2009

Desculpa, mas hoje não.

- Hoje não quero ser Princesa.
- Não se escolhe, apenas se é.
- Mas hoje eu não quero. Os meus sapatos estão a perder o brilho, as abelhas sugam o pólen às flores do meu jardim, e o Sol está-se a ir embora sem justificação.
- Os teus sapatos nunca perderão o brilho, e as abelhas nunca sugam todo o pólen às flores do teu jardim, e o Sol nunca se irá embora, como podes sentir todas essas coisas?
- Não posso ser só eu a dar brilho aos meus sapatos, a ver o pólen das flores do meu jardim, e a pedir ao Sol para ficar. Não posso estar sozinha, acho até que o meu coração já o previa, por isso é que tem andado assim.
- Ninguém te está a deixar sozinha, sabes bem disso.
- Não consigo sabê-lo se não consigo senti-lo. E se não consigo senti-lo é porque não mo mostram, é porque não me ajudam a dar brilho aos meus sapatos, a ver que as abelhas não sugaram o pólen às flores, e a pedir ao Sol que fique. Não posso ser só eu a acreditar, e muito menos a dar de mim. Volto a dizer, hoje não quero ser Princesa.
- Mas tu serás sempre assim, Princesa.
- Deixa-me não sê-lo. Só hoje!

6 comentários:

Débra disse...

tu és a verdadeira princesa :D
e nnc o deixes de ser :D
um beijinho *

Davi(d) disse...

eu adorei tanto este textinho Marianinha :D
e concordo com a Débra *

Joana Éme. disse...

- Não consigo sabê-lo se não consigo senti-lo. E se não consigo senti-lo é porque não mo mostram, é porque não me ajudam a dar brilho aos meus sapatos, a ver que as abelhas não sugaram o pólen às flores, e a pedir ao Sol que fique. Não posso ser só eu a acreditar, e muito menos a dar de mim.

queria estar mais lá pra ti. queria estar mais contigo.
queria fazer-te ver o brilho, o polen das flores, o sol.
desculpa-me, amor, não é por te amar (de) menos.
mas também não sou princesa hoje.

Anónimo disse...

Blog fixe! PARABENS!! :)
Adoro o texto!

Nuno disse...

Adorei este texto, Ilse :D

Todos temos direito a dias assim :)

baby piggy disse...

Sê então, mas volta! *